quarta-feira, 5 de junho de 2013

A final, o que é liberdade de expressão?


A final, o que é liberdade de expressão?




Hoje houve uma passeata de grupos evangélicos que são contra algumas idéias como o aborto—sua legalização está sendo discutida em alguns casos—e a união omoafetiva, que já foi aprovada pela constituição. Durante o protesto, o pastor Silas Malafaia diz que eles são a favor de uma liberdade de expressão para discutir o assunto. Diante desse comentário, fiquei me perguntando: mas a final de contas, o que é liberdade de expressão?

Então, fui até o mestre google e achei que liberdade expressão é algo que faz parte da nova democracia e consiste em termos total livre arbítrio para demonstrar nossas ideologias, opiniões e pensamentos, sem que possamos por isso sofrer represalhas.

Em tese, isso quer dizer que os evangélicos, assim como qualquer outro grupo, tem todo o direito de não aceitar a omossexualidade e manifestar sua opinião; e todo o omossexual tem direito de se exibir em público com seu par, sem sofrer constrangimentos, inclusive, tem o direito de unirem-se perante a lei e porque não, perante Deus. Isso valeria para todo e qualquer grupo contra negros, deficientes, e valeria também para as minorias imporem seu direito de serem livres.

Mas não é o que acontece atualmente. O que acontece atualmente é cada grupo querer impor ao outro suas idéias, suas crenças e seus pensamentos. Tanto os gays vem tentando impor aos heteros suas idéias, usando para isso de maneiras e métodos não tão educados e elegantes, quanto os héteros vem até mesmo tentando impor a cura gay.

E diante disso me pergunto: onde está a liberdade de expressão tão citada pelos grupos, tanto da maioria quanto da minoria? Podemos muito bem não aceitar os omossexuais,prefiro ao enves de não aceitar, não concordar com seu modo de vida, mas por que não podemos conviver passificamente e permitir que eles tenham os direitos iguais aos de qualquer pessoa? E por que é que os gays tem que obrigar aos éteros a concordar com seu modo de viver?

Na minha opinião, ninguém está querendo de verdade a tal liberdade de expressão tão proclamada, mas estão sim, deixando de lado a tolerância com as diferenças e tentando impor que tal ou tal grupo é que manda no campinho. O quê estamos ensinando aos jovens com essa atitude tão infantil de nossa parte? Com certeza, estamos ensinando que todos devem ser e pensar exatamente como nós, e quem não pensa é aberração, a convivência é impossível, e o intolerante é sempre o outro, o preconceituoso nunca sou eu.

Portanto, prestemos atenção no significado dessa pequena expressão “liberdade de expressão” para saber se estamos realmente exercendo-a. E prestemos atenção também em qual é o mundo que queremos deixar para nossos filhos, sobrinhos ou netinhos.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!