segunda-feira, 20 de maio de 2013

E o adeus nem foi tão ruim

Olá, pessoal, tudo joia? Hoje vim postar sobre uma coisa mais particular, que não tem muito a ver com ninguém, digo, não é nenhum comentário sobre alguma noticia ou algo do gênero. Vim falar sobre um adeus que eu dei ontem, o adeus a minha mana.
Minha irmã está agora morando em outra cidade. Está morando em Porto Alegre, que fica a 700 km de onde eu moro. Foi embora porque foi trabalhar no jornal da afiliada da rede globo aqui no sul, a RBS. Depois de várias entrevistas, várias provas, ela conseguiu realizar o sonho de qualquer jornalista que trabalha no RS. No começo, fiquei megafeliz por ela, a final, ela sempre conseguiu tudo que quis na vida, e dessa vez não foi diferente.
Logo após, veio aquela sensação de vazio, aquela sensação de solidão, a final, somos muito ligadas; digo, eu sou muito dependente dela. Nossos amigos são os mesmos, nossa vida é a mesma. Digo, minha vida sempre foi a dela.
De repente, me vejo tentando me encontrar, tentando achar quem realmente sou, tentando agora fazer minhas próprias escolhas, saber qual é minha verdadeira identidade. Agora, não posso mais contar com ela pra me desinibir quando estivermos numa roda de amigos, não posso contar com os amigos dela para serem os meus. Vou ter que me reinventar, me redescobrir, ou melhor, me descobrir.
Mas ontem, na hora de dizer adeus, de repente não foi tão ruim quanto eu esperava que fosse. De alguma forma, sinto que ainda estamos muito ligadas, que nem o tempo nem a distância irá nos separar jamais. E mesmo um dia depois que ela se foi, sinto como se eu pudesse falar com ela quando eu quiser, sinto como se ela ainda estivesse aqui. É estranho, já que eu achei que entraria numa profunda depressão... Não sei se é porque recém é o primeiro dia sem ela...
Então, descobri que deixar ir a quem se ama, nem é tão orrivel quanto parece no começo, já que se o amor é verdadeiro, nada separa as duas almas que se adoram, ainda mais com o advento da internet. Por isso, se você está agora passando por isso e pensa que bnão vai aguentar, tenha certeza de que você aguenta sim, principalmente se esse alguém vai ser feliz, vai em busca de seus sonhos mais bonitos. E no fim de tudo, penso que vai ser boa essa separação para eu descobrir quem eu sou e a quem posso conquistar. Posso descobrir minhas qualidades, meus defeitos e minhas forças, posso ser eu mesma, seja lá quem for que eu seja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!