segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

TUDO QUE VOCÊ QUERIA SABER SOBRE O CEGO, MAS NUNCA PERGUNTOU



Oi, pessoal, como vão vocês?
Hoje vim falar sobre algumas perguntas que todos tem curiosidade de saber sobre o cego, e que sempre pergunta ao companheiro dele.
Já deixando bem claro que cego, na maioria das vezes, não é surdo, então, não precisa falar conosco ou sobre nós, como se não estivéssemos presentes. Na maioria das vezes, ficamos magoados ou constrangidos com essa atitude.
"Ele toma banho sozinho?" Sim, o cego, todo cego, toma banho sozinho. A final de contas, através do tato, temos como guiar a esponja e o sabonete pelo nosso corpo e saber qual parte está sujo. Assim como a cabeça também lavamos sozinhos. Lavar o cabelo pode ser um pouco mais complicado, já que a quantidade de cabelos, quando muito grande ou volumoso, pode fazer com que não tenhamos muita noção se lavamos bem o couro cabeludo; mas isso um vidente dá sempre um toque. Claro, estou falando especificamente do meu cabelo, que é muito crespo.
"Ele escolhe suas roupas?" Vamos por partes: para comprarmos a roupa, logicamente, precisamos da ajuda de um vidente para descreve-las para a pessoa cega. Além disso, a pessoa que enxerga pode dizer se a roupa é bonita ou não. na hora de experimentarmos as roupas é que iremos saber se tal ou tal roupa fica ou não confortável. Já com a roupa comprada, sim, escolhemos as roupas sozinhos, já que sabemos que cor é a roupa, como podemos combinar.
O legal é sempre comprarmos a blusa mais colorida e a calça ou bermuda ou saia,, mais neutra.
"Como eles SABEM CORES?"  Bem, como eu vejo o claro e o escuro, minha mãe me deu noção de cores pela minha percepção de luz. Ou pode ser tipo: vermelho é uma cor forte, branco é uma cor mais neutra, e assim por diante.
"Ele vê luz?" Bem, essa resposta é bem pessoal. Nem todo cego vive na escuridão, como costumam dizer os repórteres da tv; eu, por exemplo, tenho percepção de luz, meus irmãos também; mas outros cegos não tem qualquer percepção de luminosidade. Portanto, é bom sempre perguntar à pessoa.
"Como ele reconhece às pessoas?" Quando a pessoa é bem conhecida, a conhecemos pelo barulho dos passos, o cheiro; quando não, reconhecemos pela voz. Mas quando não vemos a pessoa com frequência, daí pode ser que não a reconheçamos logo de cara; por isso, se você não convive muito com o cego, é bom sempre dizer seu nome. Mas se a convivência é frequente, não se faz necessário a identificação.
"Ele penteia o cabelo, escova os dentes, come sozinho?" sim, fazemos toda nossa higiene pessoal  e comemos sozinhos. Quanto aos cabelos, precisamos da ajuda de quem enxerga pra sabermos se o cabelo está bem arrumado ou quando precisamos ir a uma festa, por exemplo. Eu particularmente, não sei fazer penteados como transas ou coques; por isso, cortei meu cabelo bem curtinho. mas isso depende da pessoa.
"Como ele assiste a tv, se ele não enxerga?" Não enxergo, mas ouço. Pelas falas das pessoas, conseguimos acompanhar todos os acontecimentos na tv. Nas novelas, por exemplo, é fácil saber quando o casal está se beijando, por exemplo. Mas para filmes, a audiodescrição é uma ferramenta maravilhosa para que não percamos o fio da meada, principalmente porque no final, não há muitas falas pra dizer como terminou.
Quem judia do cego é o narrador de futebol, quando o jogo ta rolando e ele fica lá, falando qualquer besteira, menos narrando o jogo. Nesse caso, o rádio é nosso companheiro inseparável!
Bem, bonitos, por enquanto é isso. Se lembrarem de outra pergunta, podem fazer nos comentários. Ao contrário do que vocês pensam, as perguntas não nos constrangem ou ofendem, estamos sempre abertos a responder qualquer curiosidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!