terça-feira, 8 de abril de 2014

MARKETING PESSOAL EM EXCESSO

Olá pessoal. Como estão?
Hoje vim falar sobre uma prática que tenho visto muito nos twitters e faces da vida: o excesso de marketing pessoal. O que é marketing pessoal e por que estou falando isso? é o que vou explicar.
Marketing pessoal é o ato de vender seu peixe, de demonstrar aos outros suas qualidades e amenizar seus defeitos, ou aprender a trabalhar com eles. Esse tipo de marketing é utilizada para "se vender" para uma vaga de emprego, conquistar um namorado ou um amigo, por exemplo.
Tenho visto no face declarações com autoafirmações do tipo: eu sou cinsera, eu sou gostosa, eu faço o que quero, eu sou A inteligente... E outras do tipo: se quiserem minha companhia me aceitem como sou porque não preciso mudar por causa dos outros e blablabla.
Isso é uma forma exagerada de fazer seu jabá, seu marketing pessoal. Outras pessoas enchem o face de fotos de si mesmo, fazendo várias poses sensuais, principalmente, para mostrarem o quanto são gostosos e lindos. Ou de momentos de festa e bebida, para mostrar o quanto são felizes.
Acho que tudo isso é válido, desde que não seja exagerado. No face e no twitter eu percebo o quanto estamos individualistas, sem tempo para o outro. E o quanto estamos carentes, necessitados de autoafirmação, de mostrar aos outros o quanto queremos atenção. E no nosso egoismo extremo, nem damos tempo às pessoas, que precisam tanto falar sobre seus problemas, precisam de um ombro amigo pra desabafar, não nos importamos em fazer aos outros felizes, só em satisfazer o nosso egocentrismo.
Não sou contra o marketing pessoal, até meu trabalho de conclusão de curso foi sobre isso, mas quando se usa as redes sociais apenas pra falar de si mesmo, denota-se o quanto você é carente e egocentrista. Além disso, quem tem uma qualidade verdadeiramente, na minha opinião, não precisa espalhar aos quatro ventos, pois ela é notada por quem conhece a pessoa logo de cara. E nem sempre nossa visão sobre o que somos é real, já que nos enxergamos ou muito melhor ou muito pior do que realmente somos.
Então, use sua rede social para disceminar coisas legais, para fazer às pessoas rirem, para espalhar a cultura e não para tentar mostrar a todo tempo que você é assim ou assado, porque você não precisa disso, você é o que é, e quem o conhece vai saber te valorizar. E quem não te valoriza não é merecedor das tais xaradinhas, pois se você dá importância ao que os outros dizem é porque essa pessoa que te humilha significa mais para você do que você pretende aparentar.
Ok, a rede social é sua e você escreve o que quiser, e já visualizo os xingamentos que vem depois disso, mas é apenas minha opinião e uma dica pra que você seja mais feliz, por que acredito que quem precisa se autoafirmar a todo tempo, definitivamente não é feliz como diz ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!