domingo, 11 de agosto de 2013

Domingo


Olá, pessoal, tudo joia? Pela primeira vez estou fazendo uma postagem no domingo, e justamente para falar dele, do domingo. Esse dia a quem já dedicaram até músicas para demonstrar o quanto o odeiam e o quanto o dia é tedioso.
 pessoal reclama que domingo não se tem nada pra fazer, não se tem nada pra ver na tv. Alguns até dizem que entram em depressão no domingo. E tem gente que comete a erezia de dizer que seria melhor que fosse segunda-feira direto e pulassem o domingo. Mas por que tanto ódio com um simples dia da semana? E na minha opinião, o melhor dia da semana?
Na minha opinião, o domingo é  dia pra testar seu equilibrio e sua capacidade de conviver com seus fantasmas. No domingo você não trabalha, por isso, não tem preocupações, exceto excessões, e tem apenas em alguns casos a sua própria companhia. E sinceramente, se nem você aguenta a você mesmo e entra em depressão, use isso como parâmetro pra pensar sobre o quanto você pode estar sendo desagradavel aos que estão à sua volta...
Outra coisa que o domingo te mostra é o seu nivel de stress. Pense bem, se mesmo no domingo você não deixa de se preocupar com a economia, a segurança ou os problemas profissionais, cuidado: você está precisando de uma conversa no divan com umpsiquiatra. Ou em último caso, uma boa dose de maracugina ou coisinhas mais fortes.
No domingo eu esqueço de tudo, não quero nem saber de ver jornal na tv. Esqueço da criminalidade, que to sem dinheiro, que o país tá uma bagunça ou que tem milhões de coisas pra eu fazer. Aproveito o domingo para viver no meu mundinho cor-de-rosa, num mundo onde tudo é lindo, as pessoas são boas e eu não tenho nenhuma preocupação.
E se o mundo acabar num domingo, capaz de eu nem notar, tamanha a minha displissencia nesse dia tão tudo azul... aliás, azul não, que é coisa de gremista, direi então, nesse dia todo rosinha choque...
Então, aproveitemos o domingo para nos analizarmos e percebemos como os outros nos vem. E só pra terminar, o domingo começa a ficar chato a partir das dezoito horas, quando lembro que é segunda e o meu mundo cor-de-rosa volta ao preto e branco de sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!