terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Minhas Férias

Oi, pessoal, tudo joia?
O título da postagem não é lá muito criativo, né? Aliás, antes tinha trauma desse título.Há muitos anos atrás, tinha uma coisa, um surto quando a professora, no primeiro dia de aula dizia: "agora eu quero que façam uma redação sobre como foram as férias de vocês". Aliás, profs, mudem o tema da redação da volta das férias, tá?
Então, eu surtava porque nunca tinha muito o que contar, já que era muito pobre para ter o que contar, e o que tinha pra cotar se resumia a: "nas minhas férias, fui à Porto Alegre consultar. Fiquei umas quatro horas consultando fazendo exames e depois, morta de fome, ia num restaurante ou lancheria qualquer para comer qualquer coisa ou ser que passasse em minha frente. Depois, morrendo de cansaço, sentava no busão e dormia até chegar a nossa parada final.".
Mas como meus colegas também eram pobres, acabava que todo mundo inventava um pouco nas redações, senão não iriamos ter o que contar. E olha que fantasiar eu sei muito bem.
Mas depois, comecei a trabalhar e hoje tenho o que contar sobre minhas férias. E elas foram maravilhosas! Com pessoas que são mais que uma família pra mim, são meu porto seguro meus melhores amigos. E em um lugar maravilhoso, onde me sinto tão bem que poderia dizer que os anjinhos se enganaram de cidade quando me trouxeram ao mundo. Cidade que é minha segunda casa.
E também teve primeiras vezes, que depois conto aqui, mas que posso dizer, foi inesquecível.
Enfim, agora não preciso inventar as férias dos sonhos, porque agora posso vive-las. Aliás, apesar das férias reais não terem nada a ver com as que eu inventava, cada vez que passo as férias com essas pessoas, penso que foram as melhores  da vida. E que venham mais melhores férias da vida pela frente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!