quinta-feira, 29 de maio de 2014

Algumas coisas não mudam

Bom dia, pessoal, tudo joia? Por aqui, apesar do frio e do tempo fechado, tudo maravilhoso!
Hoje vim falar sobre mim, sobre quantas mudanças ocorreram na minha vida desde que comecei a postar aqui. Mas tem coisas que nunca mudam, que eu gostaria que mudassem, mas que não mudam.
Quando entrei no mundo do diário virtual, era uma guria sozinha, triste, com medo do mundo. Retraída, quase não conseguia fazer amigos. Usava esse local pra desabafar, pra falar com os desconhecidos o que não conseguia falar com minha familia.
Tinha meus motivos pra ser assim, não era à toa que eu me portava dessa maneira. Mas o blog me servia como forma de desabafar.
De um tempo pra cá, estou me tratando com remédios. Conheci alguém legal, que me fez me valorizar como pessoa, que me valorizou e me valoriza pelas minhas qualidades. Me mostrou que eu posso ser muito melhor do que eu sou.
Fixz concurso, comecei a trabalhar e me tornei muito melhor do que eu era. Me tornei mais extrovertida, mais alegre, mais espontânea. Tanto que pouco posto sobre mim agora por aqui. Estou me tratando para uma doença muscular, e está dando resultados. Enfim, não há motivos para infelicidade.
Mas algumas coisas não mudam, como a minha predisposição para os amores platônicos. E adoro a pessoa, por que ela me faz bem, nem penso em me afastar, nem penso em ficar longe.
Mas fico pensando: será que eu preciso me tratar?
Não é normal alguém gostar de alguém por tanto tempo, sem tocar, sem qualquer contato... Daí estou escrevendo para perguntar: o que vocês acham? Será que to ficando louca? Só pode!
Beijos a todos e um ótimo fim de semana!

Um comentário:

  1. oi tais. eu não te acho louca, 1º porque no coração ninguém manda. e 2º, muitas pessoas ja viveram assim, e tudo não se passa de uma faze. onde nós amadurecemos a partir da esperiências que vivemos.

    ResponderExcluir

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!