quarta-feira, 26 de março de 2014

Solidão mal administrada.

Olá, pessoal, Como vão? Ontem vi no face uma frase que não sei de quem é, mas que me chamou atenção. A frase é a seguinte: "estar com alguém para não estar sozinho é solidão mal administrada". E como adoro escrever e tudo me inspira, resolvi escrever sobre o tema.


Em primeiro lugar, quero deixar bem claro que é só minha opinião; não critico a quem prefere estar mal acompanhado do que só, pois como diz aquela bela composição nacional, do qual fiz meu lema de vida, cada um no seu quadrado. Esta postagem tem como único intuito me expressar, expressar o que penso, para gerar uma reflexão.

Um dia, disse aqui que quem não consegue ficar só consigo mesmo é porque foge de seus fantasmas. E sigo dizendo a mesma coisa. Fantasmas todos temos, eu também tenho os meus, que as vezes vem me atormentar, mas o que fazemos com eles é que é o ponto. É claro que eu as vezes tenho vontade de ganhar um carinho, um abraço, alguém que deixe eu chorar no seu ombro, que me ouça ou simplesmente alguém pra ver um filme abraçadinho, mas esse estado de carência não é permanente, faço uma boa oração para que o dia posterior seja melhor do que o anterior e fica tudo bem.

Acredito que a pessoa que prefere estar mal acompanhada do que só vive em estado de carência permanente, e que precisa fazer uma análise, uma terapia para aprender a sanar esse problema. Até porque, acredito que a pior solidão que há é aquela em que estamos com alguém tão perto e ao mesmo tempo, tão longe.

Eu sei que pode ser que mais tarde eu mude de opinião, que eu seja uma guria inexperiente e imatura, e que por isso falo isso, mas não consigo ser infeliz, não consigo ser infeliz acompanhada, porque essa é a pior infelicidade. Nada que me faça infeliz me conformo, não nasci pra isso.

Talvez, quando mais velha eu mude meus conceitos, mas acredito que mais vale uma linda amizade recíproca do que um amor unilateral. Que esse pensamento sirva como reflexão para os carentes de plantão. Não aceite nada que não te faça menos que muito feliz, pois você não merece isso. E se você se submete a infelicidade e aceita qualquer coisa para não ficar sozinho, se achar o homem errado lembre-se, você não é a vítima, e sim a causadora de seu próprio sofrimento.

Portanto, pense bem antes de estar mal acompanhada, pois os rumos que a sua vida toma, os sofrimentos que você enfrenta, sobretudo no amor, só depende de você evitá-los ou aumentá-lo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!