segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

AMOR PURO, SERÁ?


Oi pessoal, tudo joia? Eu estou aqui, ouvindo pretinho básico e escrevendo sobre o amor de Linda e Rafael, da novela Amor a Vida pra vocês. Depois vou dar uma descançadinha.
Pra quem não sabe, Linda é uma menina que tem autismo e é superprotegida pelos pais, e por isso não se desenvolveu quase nada no que diz respeito a comunicação e relacionamentos. Rafael é um advogado que conheceu a garota e se apaixonou por ela e por isso, resolveu mostrar a ela um mundo do qual ela não fazia parte. Apesar de ser apaixonado por ela, não esperava nada mais do que uma amizade, até que a uns capitulos atrás, acho que ums 2 caps atrás, houve um beijo entre eles. Daí começa a discussão: será que uma moça que tem autismo tem dissernimento para namorar e até mesmo casar? E até onde o amor do moço pode ser verdadeiro?
Estive lendo sobre o autismo, e descobri que muitos autistas levam uma vida normal, trabalhando e muitas vezes com mais sucesso proficional do que uma pessoa sem autismo, já que alguns deles possuem um QI maior que o normal. O contrário também é verdadeiro: alguns deles possuem dificuldade de aprendizagem, porém, podem também, se bem orientados, levar uma vida social satisfatória. Só se relacionam com alguém se gostam mesmo daquela pessoa, ja que possuem grande dificuldade de relacionamento.
E o que isso nos mostra? Que um autista ou uma pessoa que tem transtornos mentais possuem uma capacidade de amar de verdade muito maior do que a nossa, que quase nunca é desinteressada e pura como a deles. E quer dizer também que podem levar uma vida totalmente normal, se emcontrar alguém que souber lidar com suas dificuldades e que conseguir estimulá-los sempre a seguir em frente e mostrar a eles o quanto são capazes.
Mas será que podem existir pessoas ditas normais que podem se interessar verdadeiramente por uma pessoa com dificuldades, desinteressadamente, mesmo com todos obstáculos? Cinseramente eu não sei dizer. Nunca vi um caso assim, mas sou inclinada a não acreditar que isso possa ser real, devido a experiencia que tenho com os seres humanos e os preconceitos existentes, principalmente com pessoas que tem transtornos mentais. A superproteção ainda é muito grande, infelizmente.
Se isso existir de verdade, é a coisa mais linda, o amor mais sublime que pode existir no mundo, depois do amor materno.
Por isso, torso para que eles realmente fiquem juntos na novela e que as pessoas se inspirem para perceberem que todos podem levar uma vida normal, mesmo com dificuldades, se encontrar a pessoa certa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!