sexta-feira, 1 de junho de 2012

força ou fragilidade, palavra relativa

Olá, pessoal, tudo joia? hoje vim postar sobre algo que observei nas pessoas. percebi que a força e a fragilidade de alguém são muito relativas. Percebi que aquelas pessoas que parecem fortes, que brigam pelo que querem, que brigam até por serem briguentas, não passam de alguém que quer esconder suas fragilidades, e que precisa mesmo é de carinho e atenção, apesar de não dizerem isso. Falo isso porque conheço muita gente forte, decidida,carismática mas que na verdade precisam é de um carinho, uma palavra amiga, uma atenção. mas só uma coisa que eu queria entender dos ditos fortes: por que não demonstrar que querem carinho, que são doces e que precisam muitas vezes de ajuda? Ja aqueles que se dizem ou melhor, que parecem frageis por fora, que são mais quietos, que falam pouco e até antissociais-- entendam-se eu-- são mais fortes. quer dizer, fortes eu não diria, mas não tem medo de dizer que sim, tem medo, precisam ouvir uma palavra amiga, precisam ser insentivados e são emotivos e sensiveis. mas apesar de terem medo de tudo, mandam o medo pra lá e arriscam tudo, pois não tem nada a perder, já que ninguém acredita mesmo neles... E antes eu achava um saco ser taxada de fragil, que precisa de proteção, mas estou repensando o assunto, pois o fragil não sofre pressão, a final.. Na minha humilde opinião as pessoas deveriam tirar as máscaras que os envolvem. admitir seus medos e mais do que isso, enfrentá-los. eu aprendi a enfrentar os meus muitos medos e a demonstrar meus sentimentos e hoje sou a pessoa mais feliz do mundo por ser tão fragil e tão forte ao mesmo tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!