quarta-feira, 6 de junho de 2012

caridade, um dom divino

Olá, pessoal. tudo joia? hoje resolvi postar sobre uma reportagem que vi na tv e nos mostrou um exemplo de caridade. Uma senhora foi morar em Porto Alegre e não tinha achado emprego. dai colocou uma plaquinha na porta da sua casa onde dizia: "cuida-se de crianças". as mães levavam seus filhos e não mais iam buscar. então, essa senhora começou a cuidar de crianças abandonadas da região. Ela ficou muito doente, mal podendo andar e como não podia mais pagar o aluguel, se mudou para um barraco cheio de frestas. mesmo assim, não abandonou seus pequenos. até que um casal que buscava uma forma de ser solidário com alguém, encontrou essa senhora e lhe deu uma casa. e o numero de crianças foi almentando. agora ela cuida de 50 crianças e diz que eles são a razão de ela estar viva hoje, já que a vontade de cuidar de mais e mais crianças nasceu de uma promessa que fez a Ogum pela melhora da sua saúde. E isso me levou a lembrar de muitas coisas, como por exemplo, das tantas vezes que ajudamos alguém e quando não somos agradecidos, ficamos muito magoados e reclamando que nosso esforço não foi reconhecido. e me pergunto: que tipo de caridade é essa que espera ser reconhecida? definitivamente, não é essa a caridade pregada por Jesus. E você pode pensar: mas eu não tenho nem tempo nem dinheiro para fazer como essa senhora... Sem problemas! a caridade não consiste apenas em ajudar materialmente às pessoas. ela está numa palavra amiga, em um abraço na hora certa, em ajudar seu familiar doente, em orar por quem precisa. como vocês podem ver, ser caridoso não é nada dificil, depende unica e esclusivamente da nossa boa vontade e de deixarmos o egoismo que domina a humanidade de lado. Portanto, aplique-se e comece a ajudar. tenha certeza de que se você ajuda de coração, sem esperar nada em troca, a retribuição vem em dobro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!