sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Brasil, o país das greves

Olá, pessoal. Hoje vim falar sobre uma coisa que tem se tornado recorrente aqui no país. São as greves e protestos.
Antigamente, as greves eram muito comuns pela exploração que havia com os empregados. Depois, essa prática deu uma parada. Agora ela voltou com tudo!
Aqui no Rio Grande do sul os protestos são dos militares, que para reviindicar melhores salários colocam fogo em pneus à beira das estradas e colocam faixas. Esses protestos estão ganhando o apoio da população gaúcha, que pensa que não há outro jeito para os brigadianos serem ouvidos além desse.
Além disso, paralizações frequentes dos professores estaduais para tentar conseguir melhores salarios estão se tornando comuns. As ameaças de greve também são constantes.
Mas essas são as greves aqui do RS. Ainda existem outras greves pelo país, como a greve do funcionalismo paulista, inclusive a dos agentes funerários. Mas por que isso acontece?
Isso acontece na minha opinião porque o governo ao longo dos anos, foi cada vez mais arrochando o salário do funcionalismo público, a ponto de não ter mais como eles serem recuperados em sua totalidade. E agora eles estão cobrando o que é de direito sim, mas o que dificilmente será atendido, devido ao que já foi dito anteriormente.
Eu cinseramente, discordo dessa forma de protesto dos brigadianos gaúchos, mas também por outro lado, eu sei que não há outro jeito desses funcionários, que possuem o menor salario da brigada brasileira serem percebidos pelo governo federal.
Enquanto isso tudo acontece, vamos rezar para a crise não ser tamanha a ponto de paralizar o país. E olha, por mais que pareça, eu não estou exagerando!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!