sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

presidente dilma, o que esperar?

Hoje resolvi escrever sobre a presidente dilma rousseff, sua história política e as coisas que o povo fala dela.
Dilma começou sua trajetória política na ditadura militar, onde lutou contra a mesma e foi presa e torturada como muitos. Depois, filiou=-se ao PDT, onde ganhou a simpatia de Auceu Colares e foi sua pupila. durante sua jestão foi secretária da fazenda de Porto Alegre. mais tarde, quando Tarso Genro foi prefeito da cidade, por discordancias partidarias, Dilma filiou-se ao PT e foi secretária de minas e energia da cidade, onde teve muito êxito e reconhecimento.
Mais tarde, durante uma reunião, ganhou a simpatia do presidente Lula, por seu jeito decidido e técnico de ver as coisas. tornou-se ministra das minas e energia e mais tarde, ministra chefe da casa sivil. na casa sivil, sua administração foi marcada por escandalos por parte de seus acessores, e dai vem um pouco da antipatia do povo.
Quanto a prisão de Dilma, muito se falou, que ela era ladra de bancos, assassina, etc. agora, quem ler atentamente a história brasileira, verá que todos os revoltosos da ditadura cometeram esses e outros crimes como forma de chamar a atenção do país para essa época negra que viviamos. Além disso, o departamento de segurança do exército manipulava as fichas criminais dos revoltosos para poder prende-los, tortura-los e entregar seus comparsas. Estou mentindo?
Quanto a outro comentário que surgiu que ela é a favor do aborto, muita gente comete abortos no brasil ilegalmente, até quem a gente nem imagina e que agora se diz totalmente contra. ela expressou sua opinião, que todos nós sabemos, devido ao puritanismo brasileiro, que aliás é um falso puritanismo, nunca sairá do papel. não sou a favor do aborto e acho que se for legalizado vira uma orgia sexual. mas sou a favor da liberdade de ação e de um plebissito para decidir o assunto, como fizeram com o desarmamento.
E que tal, antes de prever a catástrofe nacional, a guerra sivil, e outras coisas totalmente fora da casinha, deixarmos rolar o governo e depois, se houverem, fazer as criticas? não votei nela, aliás, nessa ultima eleição, votei branco. mas nem por isso vou dizer absurdos ou espalhar por ai. vamos esperar as atitudes das pessoas antes de julgar; porque se vocês não estão lembrados, julgar sem conhecer se resume em uma unica palagra: preconceito.

Um comentário:

  1. é dona taís, vc sabe q eu não curto essa dilma, mais tenho que concordar com a tua postagen.
    beijos e saudades!

    ResponderExcluir

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!