terça-feira, 3 de agosto de 2010

amores platonicos, por que eu os atraio?

Estava a pensar hoje em alguém, alguém que nunca será meu, alguém com quem eu tenho mil fantasias que vai aparecer, me pedir em namoro, dai eu largo tudo, enfrento a todos, por ele. Mas, como eu disse, ele nunca será meu. E analizando minha vida amorosa, percebi que meus amores sempre foram platônicos. E por que será isso?
Só tenho duas alternativas: carencia afetiva, o fato de nunca ter tido um namorado, de nunca er estado com ninguém. A outa e talvez mais provavel é baixa autoestima. Talvez por inconscientemente achar q ninguém irá gostar de mim.]
Mas as vezes o q eu sinto parece ser tão verdadeiro, tão... profundo até. Vamos deixar o tempo resolver, apesar de nunca perder a esperança de meu grande sonho no momento se realizar: meu principe aparecer, pedir em namoro e enfrentar tudo por mim. O tempo é o senhor de todos os destinos; deixo tudo nas mãos dele e seja o que Deus quiser!

Um comentário:

  1. Dona Taís...... o que dizer pra vc???? amor platônico é complicado. dói amar e não ser amada, mais o que você tem a fazer é aguardar por boas novas, e não fique grilada com isso,
    pois se tiver que ser, será.

    o amor aparece sempre de mancinho.
    fala bém baixinho, e vai conquistando de vagarinho.
    toma conta de um coração, e faz com que a pele queime, refletindo o calor da paixão.
    escala montanhas, suporta a dor dos espinhos, se tiver que acontecer.
    se torna a rocha mais forte,
    aquela que supera até a dor da morte.
    um sentimento 100% verdadeiro, que está sujeito a fazer parte da sua vida, unindo um alguém a ti,
    para que assim, nunca mais desfrute do gosto amargo da solidão.
    Pense nisso.

    ResponderExcluir

comentem a vontade. estou aberta a sujestões e criticas. abraços!